41. 3306-8000 | contato@dotti.adv.br

 

Diana Geara concedeu entrevistas esclarecendo dúvidas sobre a distinção entre namoro qualifiicado e união estável, diante da decisão de coabitação de alguns casais durante quarentena

A advogada Diana Geara, sócia do Núcleo de Direito de Família e Sucessões do Escritório, concedeu, na manhã desta quinta-feira (21/5), entrevistas às rádios Transamérica Light e Band News FM sobre união estável. A advogada comentou sobre a configuração da união estável e sua implicação jurídica.
“A decisão do casal de passar esse período de pandemia juntos é considerada como uma decisão provisória que, a princípio, não tem como objetivo a decisão de constituir uma família”, afirmou Diana. “Essa mera decisão de morar juntos durante um tempo determinado não seria o elemento de configuração da união estável”, completou a advogada. Para configurar união estável são necessários outros requisitos. Ouças as entrevistas abaixo:

Transamérica Light Fm

 

Band News FM

Saiba mais sobre o assunto no artigo: “Estamos morando juntos durante a quarenta: é união estável?”.


Voltar